O blog das mamaes no Reino Unido

Criando Brasileirinhos Mundo Afora: Italia

Agora e a vez da Dani, que mora na Italia, contar um pouquinho mais para a gente, como e criar um brasileirinho mundo afora.

Fale brevemente sobre voce e o que a levou a morar no pais aonde esta:

Meu nome é Daniela Correa, tenho 31 anos e sou gaúcha de Porto Alegre-RS. Moro um pouco mais de 3 anos fora do Brasil e desde que vim, não voltei a primeira pátria.

Chegamos na Itália em janeiro de 2008 para realizar a cidadania italiana do meu marido.

Quantos filhos tem e qual a idade deles?

Meu, por enquanto, único filho tem 1 ano e 2 meses.

Como e ser uma mamae brasileira no pais aonde mora? Aponte semelhancas e diferencas se comparado a mamaes locais.

Me sinto em casa. Me adaptei completamente ao estilo de vida aqui. As mães, que como eu não trabalham fora, cuidam da casa, dos filhos, vão aos parques, mercado. Minha vida é assim também. Isso deixa uma sensação de tranquilidade, porque a vida parece muito pacífica, diferentemente da correria do Brasil. Sei que se eu fosse uma mãe no Brasil, seria diferente, teria uma vida muito agitada.

Com quantos anos a crianca comeca a escola e qual o horario escolar? A crianca come na escola ou leva lancheira de casa? Escola particular ou publica?

Vou falar das creches, que é o que estou mais envolvida no momento. Existem públicas e particulares. As creches públicas são a partir dos 3 anos. Os pais pagam apenas um valor pelo lanche e esse valor é de acordo com o salário que recebe. Antes dos 3 anos, existem as particulares e variam de valor, mas em geral são muito caras, em torno de 500 euros o turno. Dependendo da cidade, algumas prefeituras disponibilizam espaços semelhantes a creche onde os genitores que não trabalham, avós, babás, podem ir como acompanhante da criança. O lugar funciona como uma escolinha, tendo professoras e hora do lanche, mas é necessário o acompanhante. Neste caso, tem duração de 2 horas, sendo 2 vezes na semana. Se paga um valor trimestral bem aceitável, algo como 100 euros o trimestre.

Voce trabalha ou e mamae em tempo integral? Voce tem empregada/diarista – como e a sua rotina emprego/escola/casa?

Sou mãe em tempo integral. Meu trabalho é em casa (não somente com a casa). Resolvi investir em mim para ser uma blogueira profissional. Então, divido meu tempo com os cuidados com o filho, casa e meus diversos blogs, além de estudar.

Um dia normal aqui em casa começa cedo. Antes do café procuro já deixar algumas coisas organizadas, como o quarto. Depois do café, levo meu filho na pracinha e darmos uma passeio, quando precisa vou ao mercado. Isso dura em torno de 1 hora. Quando voltamos, ele dorme (quando dá tudo certo) umas 2 horas. Nesse tempo aproveito para organizar as atividades da Internet (ver e-mails, programar posts, Facebook, falar com minha sócia..). Quando meu filho acorda, termino de fazer o almoço e proveito para ir dando uma geral na casa, louça, cozinha, etc. Na parte da tarde, viro multitasking, faço um pouco de tudo e ao mesmo tempo. Brinco com o filho, coloco roupas para lavar, dou uma olha nos e-mails e assim segue. Procuro sair quando o sol não esta tão forte e dou um novo passeio com meu filho. Às vezes ele ainda tira uma segunda soneca na parte da tarde, as vezes não. Então danço conforme a música do dia.

Costumo dizer que a noite é a parte power aqui em casa. Tem o momento da janta-banho-mamá e cama. Momento em que a casa fica completamente fora de ordem e tudo fica concentrado no nosso filho. Meu marido ajuda bastante e ele é o encarregado de colocar o baby para dormir. Depois da nossa janta, ainda volto ao computador para realizar mais alguma atividade. Sou completamente e totalmente workaholic e apaixonada. Quando faço algo que me agrada fico 100% envolvida e por isso estou totalmente submersa nesse mundo de blogs.

Que lingua e falada na sua casa, no caso do seu marido nao ser brasileiro?

Meu marido é brasileiro, falamos português.

Os seus filhos falam portugues? Como voce passa a cultura brasileira e a lingua para os seus filhos?

Agora que meu filho tá maiorzinho e já caminha, quero reservar uma vez na semana para ir na IBRIT, nosso ponto brasileiro aqui em Milão. Eles também possuem uma biblioteca voltada para crianças e eventos brasileiros. Vejo ali um dos pontos que será referência da cultura brasileira para nosso filho. Também sempre pedimos aos nossos familiares que tragam livrinhos para lermos para ele em português.

Como sao comemorados os aniversarios infantis no pais aonde mora?  Voce celebra o dos seus filhos “a brasileira”?

O primeiro ano do meu filho foi comemorado de forma bem simples. Convidamos alguns amigos brasileiros, outros italianos. Tentamos fazer algo bonito, mas simples. Entendo como “a brasileira” mega festas. Aqui na Italia, pelo que sei, as festas de criança são bem simples.

 

Como voce lida com a falta da familia por perto ( pelo menos da sua parte se nao tiver ninguem)? Com que frequencia voce leva os seus filhos ao Brasil?

Desde o nascimento do nosso filho não fomos ao Brasil. Aliás, desde que chegamos aqui, não voltamos. No nosso caso, é a família que aparece aqui. Todos querem conhecer a Itália. Pretendemos ir no próximo ano ao Brasil.

Voce cozinha culinaria brasileira? Que tipo de pratos voce faz em casa para a familia? Voce encontra ingredientes como por exemplo, polvilho, para fazer pao de queijo, aonde mora?

Costumo fazer o bom arroz com feijão. Em Milão tem uma feira com diversos ingredientes sul-americanos, como a farinha de mandioca, guaraná, sonho de valsa…

Voce faz parte de alguma comunidade (aonde mora) de mamaes brasileiras que se reunem para comemorar datas e passar a cultura brasileira e lingua portuguesa para as criancas?

Ainda não faço, mas pretendo fazer.

Por favor, deixe uma mensagem para as outras mamaes que tambem estao criando brasileirinhos mundo afora

Minha mensagem é: viva a vida local, deixe ser absorvida pela nova cultura, mas ande lado a lado com a cultura brasileira. Ela é importante, principalmente, se você quer oferecer ao seu filho a benção de ele ser um cidadão bilíngue e bicultural.

Obrigada querida Daniela pela entrevista e por mostrar que e possivel, alem do papel de mamae, seguir com nossos projetos e sermos felizes e realizadas. Muita sorte com os blogs!

A Dani escreve no Donna Brasileira e no Maes e Pais Blogueiros.  Passem la para conhecer o trabalho dela, que esta barbaro!


 

One Response to Criando Brasileirinhos Mundo Afora: Italia

  1. Ronize Aline says:

    Adorei saber um pouco mais sobre como é criar filhos na Itália. Tenho cidadania italiana mas depois que tive Nicholas não fui mais à Itália. Beijocas
    Ronize Aline
    odonodalua.ronizealine.eti.br

Leave a Reply