O blog das mamaes no Reino Unido

Alimentacao Infantil na Inglaterra – Blogagem Coletiva no Maes Internacionais

Como eu realmente estava precisando de um estimulo, porque ando muito preguicosa e so pensando na bebe e na casa, resolvi entrar para o grupo do blog Maes Internacionais, as meninas me aceitaram e esta e a minha primeira participacao.

Aqui na Inglaterra e principalmente em Londres, o mundo se encontra com a fusao de racas e culturas diferentes, com isso, e natural que se reflita na alimentacao das criancas.

Na casa de indianos, voce vera criancas  comendo curry desde muito cedo. As maes inglesas de renda baixa oferecem batata frita do McDonalds na primeira oportunidade. Os africanos e caribenhos tambem oferecem comida condimentada para os pequenos. A verdade e que cada mae decide o que alimentar seu rebento seguindo a sua cultura e habitos.

Pediatra aqui so em caso de necessidade (doencas). A crianca sendo saudavel nunca e vista por um (parece inacreditavel). Em caso de duvidas, a mae leva o bebe para ser visto pela Health Visitor, que nada mais e do que uma enfermeira com especializacao em acompanhamento e aconselhamento familiar.

Segundo a cartilha das Healthy Visitors, as mamaes devem comecar com papinhas aos 6 meses, introduzindo legumes e frutas variados e a partir dos 8 meses, acrescentar carnes, aves e peixes. Porem, a “moda” agora por aqui (digo isso porque quando tive meu filho a quase 10 anos atras nao se falava sobre o assunto) e pular o estagio das papinhas.

Led Weaning e o nome, e significa deixar os bebes comerem sozinhos, ou seja, com 6 meses as maes comecam a oferecer legumes aos pedacos, como brocolis e cenouras cozidos por exemplo. Segundo as “experts” no assunto, e muito melhor o bebe comer sozinho do que ser alimentado pela mae, porque se tornara mais independente e menos fussy (enjoado), com mais chances de vir a experimentar uma maior variedade de gostos e texturas, do que a oferecida pelas papinhas.

Bom, da minha parte, so posso dizer que aqui em casa nao rolou. Nao senti a mim e nem a minha filhota preparadas para este estilo de alimentacao, portanto esta sendo papinhas ate hoje e com uma mistura de culturas. Como sou filha de portugueses gosto muito de peixe e batata e isso se reflete na minha culinaria, porem o meu lado brasileiro adora feijao e leguminosas, o que tambem faz parte da alimentacao da minha filha, (feijao, lentilha e grao de bico) e ela adora!

Para ficar sabendo mais sobre a alimentacao infantil em outros paises, leia a experiencia de outras maes no Maes Internacionais.

 

 

 

11 Responses to Alimentacao Infantil na Inglaterra – Blogagem Coletiva no Maes Internacionais

  1. [...] Ann Moeller: Amarelinha [...]

  2. Carol says:

    Muito boa sua primeira participação, essa foi minha segunda e comecei pelo mesmo motivo que vc… rsrsrs Bem vinda!
    Essa de deixar eles comerem sozinhos eu tinha ouvido, embora não aqui na Hungria, de tanto pesquisar na net mesmo, mas tb não aderi, pois meus filhos iam morrer de inanição… rsrsrs As vezes até correr atrás com o prato eu faço, não sempre, mas quando vejo que não vai rolar almoço eu faço mesmo… ahahah Mas eu as vezes deixava eles se melecarem um pouco com a comida, por a mão e tal, dependendo do dia e da minha disposição para limpar, dizem que eles curtem mais a comida assim e depois evita de ter nojo de certos alimentos. Pra mim deu certo, não sei se foi por isso ou por outros milhões de fatores, mas eles comem muito bem.
    Foi bom ler seu post aqui, espero ver muitos outros.
    Beijinhos!

  3. Celi says:

    Que bacana isso de deixar as crianças comerem com as mãos e de forma mais independente. Não precisa ser o extremo, mas acho importante que as crianças tenham a oportunidade de experimentar, chupar o alimento, tentar cortar mesmo que ainda totalmente sem dentes.
    Seja bem vinda aos mães internacionais! Também sou novata…rs
    Beijos

  4. Paula says:

    Oi Ann

    Bem-vinda ao grupo. Adorei o seu convite e adoraria participar, eu tinha visto uma entrevista dessa o outro dia q vim conhecer o seu blog. E como tudo na maternidade a alimentacao depende de muita coisa ne, cultura, condicoes financeiras e etc. E tudo muda dependendo das novidades dos cientistar tbm! O meu email é paula.cerda.aguiar@gmail.com. Beijos

  5. Ann says:

    Oi Carol,
    Obrigada pelo comentario! Aqui em casa, como ja disse, nao rolou nao…a minha filha ja nao e boa de garfo, se eu deixa-la escolher ai e que nao funcionava mesmo rsrs
    Vou la dar uma olhada no teu post.
    xx

  6. Ann says:

    Oi Celi,
    Eu deixo a minha pequena se lambuzar toda, as vezes. Porem, depois da sujeirada toda, me pergunto, quem vai limpar? Ai me lembro que sou eu e quase choro rsrsrsrs
    Vou passar no teu blog
    xx

  7. Ann says:

    Oi Paula,
    Depois te ando as perguntas ok?
    xx

  8. Carine says:

    Oiii Ann, bem vinda ao grupo:)))!
    A comida com a mão é super natural, pratiquei um pouco, mas acho dificil com o modo de vida que levamos. Adoravamos ir comer em um restaurante africano de Genebra para poder comer com as mãos. Concordo que a alimentação vem dos pais, como eu falei no meu post, a criança so vai o comer o que os pais oferecerem, caso contrario ela vai optar pelo minimo e “mais atrativo”, industrialmente falando. Beijao até +

  9. Ann says:

    Ola Carine,
    Obrigada pela visita!
    E bem por ai, somos o espelho dos nossos pequenos!
    xx

  10. Imaculada Alvim says:

    Sou enfermeira, especializada em amamentaçao.Possuo uma clinica chamada Leite Meu, onde as mamaes fazem cursos e aprendem tudo sobre bebes,cuidados e amamentar com facilidade seus filhos.Achei seu blog procurando serviços como o meu aí em Londres.Estou indo no dia 2 de junho.Vc poderia me informar onde encontrar enfermeiras que fazem este trabalho?vou ficar muito feliz se puder encontrar com alguma brasileira por aí.Desde já agradeço Imaculada

  11. Ann says:

    Ola Imaculada,
    Eu particularmente nao conheco ninguem, mas, da uma olhada neste link que estou mandando, que ali voce vai encontrar algumas, tem varias brasileiras trabalhando nesta area em Londres. Boa sorte!
    http://doula.org.uk/

Leave a Reply